Messias Lucas

segunda-feira, 25 de abril de 2016

'Inaceitável que se defenda a tortura', diz pedido de cassação de Bolsonaro

OAB-RJ protocola nesta segunda o documento.
Em outro ofício, Ordem cita apologia ao crime após elogio ao coronel Ustra.

Documento da OAB diz que deputado Jair Bolsonaro 'defende o indefensável' (Foto: Reprodução)Documento da OAB diz que deputado Jair Bolsonaro 'defende o indefensável' (Foto: Reprodução)













A Ordem dos Advogados do Brasil no Rio de Janeiro (OAB-RJ) protocola nesta segunda-feira (25) o pedido de cassação do mandato do deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), por quebra de decoro parlamentar, no Conselho de Ética da Câmara. O ofício se baseia no elogio ao primeiro militar reconhecido pela Justiça brasileira como torturador, Carlos Alberto Brilhante Ustra, feito por Bolsonaro no voto pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, no dia 17.
Ustra, que morreu aos 83 anos em 2015, foi apontado como algoz por dezenas de perseguidos políticos. Um deles, o hoje vereador Gilberto Natalini (PV-SP) disse à "BBC": "Enquanto me dava choques, ele me batia com cipó e gritava".
G1 obteve o ofício feito pela OAB, que traz relatos da ditadura militar como um período que "os brasileiros gostariam que nunca tivesse existido na história deste país" e trata a repressão contra a população civil como "sanguinária".
O mandato outorgado pelo povo brasileiro não autoriza o parlamentar a cometer crimes de ódio e fazer apologia contra a ordem democrática"
Ofício da OAB-RJ sobre o
deputado Jair Bolsonaro (PSC)
"É inaceitável que se defenda a tortura", diz o texto assinado por Felipe Santa Cruz, presidente da OAB-RJ; Fábio Nogueira Fernandes, procurador-geral da OAB-RJ; Thiago Gomes Morani, subprocurador-Geral da OAB/RJ; e Luciano Bandeira Arantes, presidente da Comissão de Defesa, Assistência e Prerrogativas.
Por meio da sua assessoria de imprensa, o deputado Jair Bolsonaro informou que vai esperar o texto ser protocolado para se pronunciar.
Apologia ao crime
Um outro documento foi entregue pela seccional fluminense da Ordem à Procuradoria-Geral da República (PGR) também nesta segunda. O texto acusa o parlamentar de apologia ao crime por "fazer, publicamente, apologia de fato criminoso ou de autor de crime".
16/04 - O deputado Jair Bolsonaro (PSC/RJ) discursa durante sessão de discussão do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff no plenário da Câmara, em Brasília (Foto: Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)Jair Bolsonaro espera ofício ser protocolado para se
pronunciar (Gustavo Lima/Câmara dos Deputados)
Como Bolsonaro tem imunidade parlamentar, a ação penal teria que partir do procurador-geral da República, Rodrigo Janot. Caberá a ele levá-la adiante ou não.
"Não há se falar, também, em imunidade do parlamentar. O mandato outorgado pelo povo brasileiro não autoriza o parlamentar a cometer crimes de ódio e fazer apologia contra a ordem democrática", conclui o texto da Ordem.
Em seu voto a favor do impeachment, no domingo (17), Jair Bolsonaro citou também as Forças Armadas e o comunismo.
"Perderam em 1964, perderam agora em 2016. Pela família e pela inocência das crianças em sala de aula, o que o PT nunca teve. Contra o comunismo, pela nossa liberdade, contra o Foro de São Paulo, pela memória do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, o pavor de Dilma Rousseff, pelo Exército de Caxias, pelas nossas Forças Armadas, por um Brasil acima de tudo e por Deus acima de todos, o meu voto é sim.”
Neste domingo (24), o Fantástico ouviu três dos presos políticos que acusaram Ustra à Comissão da Verdade (veja o vídeo abaixo). Segundo o Ministério Público, 47 pessoas desapareceram entre 1970 e 1974 — período no qual o coronel comandou o DOI-Codi (órgão de repressão do governo) em São Paulo.

OAB acusa Bolsonaro de fazer apologia ao crime (Foto: Reprodução)OAB acusa Bolsonaro de fazer apologia ao crime (Foto: Reprodução
)

terça-feira, 19 de abril de 2016

Justiça Itinerante Chega em São José de Ubá

São José de Ubá recebeu nesta quarta-feira, a primeira visita do ônibus itinerante da justiça. Neste primeiro dia, apenas foi apresentado à população quais os serviços e a agenda dos dias em que o ônibus estará na cidade até o final do ano. Somente os serviços cível serão resolvidos no veículo que será a extensão do fórum, evitando que o mesmo vá até a comarca responsável que seria Itaperuna. Todos os processos serão resolvidos dentro do veículo mesmo, caso seja algo de maior relevância, e que não possa ser resolvido no mesmo dia, o cidadão já  saíra com a data da audiência. O vento foi apresentado por Juízes, promotores e Defensores Públicos com a participação de Vereadores, do secretários, além do Secretário de Gabinete Enoque Linhares representando o Prefeito Municipal Gean Marcos e a Primeira Dama e Secretária de Assistência Social Viviane Oliveira e os Procuradores do município, Dr. Eward Godinho e Dr. Valtrudes Lessa.
Alguns dos serviços prestados serão:
Certidão de Casamento;
Certidão de Casamento dos Filhos;
Carteira de Identidade, CPF e comprovante de residência dos dois;
Defesa do Consumidor;
Dentre outras.

Próximos atendimentos serão em maio nos dias 4 e 18, das 9h às 15h. Na antiga rodoviária.

Fonte: Assessor de Comunicação da Prefeitura de São José de Ubá.

domingo, 17 de abril de 2016

Nota do Blogueiro Messias Lucas.

Para encerar o assunto do carro da Câmara, quero deixar aqui muito bem claro que eu Messias Lucas não tenho nada contra os envolvidos no acontecido, e digo mais... a minha questão foi apenas de informar a população, se os que comandam a Câmara de vereadores tem alguma coisa a temer eu Messias Lucas, não tenho culpa.

Eu mesmo já fiz uso do mesmo carro na atual presidência para resolver questões de meu interesse, agradeço e não estou cuspindo no prato que eu comi, apenas estou mostrando que esse veículo era sim usado para outros fins sem ser de interesses da Câmara.

Lendo a publicação da presidente pude observar que então temos mais um problema.

Eu já publiquei aqui os cargos de assessorias da Câmara, e não era o nome desse senhor que estava lá não, era o de sua esposa, será que temos os dois de uma só família trabalhando na Câmara? Ou será que ela foi exonerada e ele foi nomeado posteriormente? Se foi porque não foi publicado a sua nomeação como foi feito anteriormente?

Em sua nota a presidente explica o acontecimento e oque os funcionários estavam fazendo, beleza, mas ela em momento algum explica oque os dois jovens estavam fazendo dentro do carro na hora do ocorrido, eles podem ter pego uma carona! Mas até onde se sabe é que esses tipos de carros os intitulados oficiais não podem dar carona.

Tem muita coisa obscura nessa gestão, queremos respostas senhora presidente!

Porque quando eu publiquei o nome dos assessores a senhora e seu esposo me convidaram a ir na casa de vossas excelências? E quando fomos para uma sala foi pedido que eu deixa se meu celular na varanda?

Oque realmente vocês tem a esconder da população?

Porque o vice presidente queria me dar um dinheirinho por mês para me manter calado? Calado de que? Por que? Par que? Oque eu não poderia saber? Oque a população que os colocou onde estão não poderia saber?

Sai desta casa por não computar com oque vossas excelências estavam querendo fazer não contra o atual prefeito e sim contra a população!

Repito nada contra os envolvidos... nada nada mesmo!

De ante do "poder" de algumas pessoas de nossa cidade, coloco a minha vida sob a responsabilidade dos mesmos.

Digo ainda que eu jamais me calarei!
Há três coisas no mundo que jamais ficará escondido, o Sol a Lua e a VERDADE!

Por Messias Lucas Sábado, 16 de Abril de 2016, 00:31hs.

Nota oficial da presidente do legislativo ubaense sobre o acidente com o carro da Câmara.

COMUNICADO

Em esclarecimento ao acidente ocorrido no dia 15/04/2016, na Rodovia BR-116, altura do KM 116:  Os funcionários da Câmara,  Sr. Antônio Carlos de Oliveira  (Kafuru) e Sr. Celso Huylen, estavam retornando da cidade do Rio de Janeiro à  Serviço da Câmara de São José de Ubá, junto a Comissão de Defesa do Consumidor, quando o fato ocorreu.

Gostaríamos  de tranquilizar os familiares e amigos dos envolvidos Antônio Carlos (Kafuru) e Celso Huylen, que nada sofreram e foram liberados logo após prestarem os esclarecimentos.

Infelizmente, os jovens Geraldo Neto (Feijão) e Gabriel Tiné, que também  estavam no carro, tiveram que permanecer internados, onde receberam total atendimento. Conforme informações prestadas pelos médicos,  não há risco de morte.

O jovem Geraldo Neto (Feijão) obteve alta médica no dia de hoje e já foi providenciada condução para que o mesmo retorne a nossa cidade e ao seio de seus amigos e familiares.

Quanto ao jovem Gabriel, ainda estamos aguardando maiores informações sobre seu atual estado, que serão prestadas por seu pai que se encontra no hospital com ele.

Todos os trâmites  legais e burocráticos foram tomados de imediato. Deixamos aqui expressos a nossa solidariedade às famílias os,  bem como nossos agradecimentos à  Polícia Rodoviária  Federal, a fiscalização da estrada - CRV, e, em especial, aos funcionários do Hospital Constantino Otaviano pelo espírito de solidariedade e profissional.

sábado, 16 de abril de 2016

Carro da Câmara de São José de Ubá capota e uma pessoa fica gravemente ferida

Uma pessoa ficou gravemente ferida após o carro em que estava, um Polo Sedan com placa de São José de Ubá, capotar na BR 116, altura do KM 105, próximo a entrada de Guapimirim-RJ. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente aconteceu nesta sexta-feira, por volta das 17h, depois que o motorista perdeu o controle do veículo, saiu da pista e capotou.

No veículo estavam Celson Hylen, que é advogado da Câmara de Vereadores da cidade, Antônio Carlos de Oliveira, conhecido como Kafuru,  Gabriel Tine, de 15 anos e Geraldo Neto T. Magela, conhecido com Netinho Lengruber, de 20.

A equipe de resgate da Concessionária Rio Teresópolis (CRT) fez o socorro as vítimas, Gabriel Tine e Netinho Lengruber , que foram levadas para o Hospital das Clínicas de Teresópolis (HCT). De acordo com o Hospital, Gabriel continua internado no CTI da unidade em estado grave e Netinho Lengruber recebeu alta no início da tarde de hoje.

O veículo foi levado para o município e está no pátio da secretaria municipal de transportes.

Tentamos contato com a presidente da Câmara de Vereadores de São José de Ubá, Josélia Parreira Braga de Jesus, Zélia Nego, para apurar a informação de que o motorista do acidente não teria autorização para dirigir o veículo e que o motivo da viagem seria pessoal, mas a presidente  não quis falar sobre o caso e informou que um advogado da Câmara iria retornar nossa ligação para dar explicações, mas até o momento não tivemos nenhum retorno.

Fotos do local do acidente: Paulo Vicente

Fonte: JBN

Atualizado às 14:45 - Carro da Câmara de São José de Ubá se envolve em acidente em Guapimirim RJ.

Ainda sobre o acidente com o carro da Câmara de São José de Ubá.

Entramos em contato novamente com a presidência da Câmara.

E fizemos a seguinte pergunta: Vocês poderiam falar sobre o ocorrido?

E fomos informados pelo senhor Manoel Felipe esposo da presidente que o que eles tinham para falar já foi publicado pela nossa reportagem, e que no momento certo a presidente iria se pronunciar. 

Entramos em contato com o motorista do carro.

Fizemos a seguinte pergunta:

Boa Tarde, você poderia dar informações sobre o ocorrido? Como estão as pessoas, oque aconteceu para causar o acidente?

O mesmo respondeu o seguinte:
A Zélia vai publicar uma nota oficial no facebook da Câmara.

Assim que for publicado a nota da senhora presidenta iremos republicar para que todos os nossos leitores tenha acesso.

Por Messias Lucas.

Relembre o caso:

O Veiculo POLO de placa KQU-4186 da Câmara de São José de Ubá – RJ, Se envolve em um acidente neste dia 15 de abril em Guapimirim – RJ.
Segundo Informações o veiculo era conduzido por Celso Hylen, que é funcionário da casa de leis do município, o carro tinha saído em viagem para buscar um jogador de nome Gabriel Tine, para uma partida de futebol que acontece hoje (16) na cidade de São José de Ubá.

Ainda ocupava o carro mais duas pessoas, Antonio Carlos de Oliveira “KAFURU” e outro jovem de nome Geraldo Neto T. Magela.

Nossa Produção entrou em contato com a presidente do legislativo senhora Josélia Parreira Braga de Jesus, e a mesma nos informaram que irá se pronunciar sobre o caso posteriormente, haja vista que a mesa não se encontra na cidade, que a mesma ao retornar a cidade “São José de Ubá” irá fazer uma apuração dos fatos em tese.

Oque causa estranheza é o fato de um veiculo oficial, estar sendo usado para fins que não são do interesse da comunidade.


Daqui a pouco atualizaremos!

Texto e Fotos: Messias Lucas.









sexta-feira, 15 de abril de 2016

Placar do impeachment na Câmara

                Todos os 513 deputados federais foram procurados
Acompanhe como vota os deputados Federais pelo Rio de Janeiro.

DEPUTADOS FEDERAIS PELO RIO DE JANEIRO QUE VOTAM A FAVOR. 

Alexandre Serfiotis - PMDB, Alexandre Valle - PR, Altineu Côrtes - PMDB,  Julio Lopes - PP, Luiz Carlos Ramos - PTN, Marcelo Matos - PHS, Marco Antônio Cabral - PMDB, Marcos Soares - DEM, Miro Teixeira - REDE, Otavio Leite - PSDB, Paulo FeijóPR, Roberto Sales - PRB, Rodrigo Maia DEM, Rosangela Gomes PRB, Sérgio Zveiter PMDB, Simão Sessim PP,  Soraya Santos - PMDB,  Sóstenes Cavalcante DEM. 

DEPUTADOS FEDERAIS PELO RIO DE JANEIRO QUE VOTAM A CONTRA.

Alessandro MolonREDE, Benedita Da SilvaPT, Celso PanseraPMDB, Chico AlencarPSOL, Chico D'angeloPT, Glauber BragaPSOL, Jandira FeghaliPcdoB, Jean WyllysPSOL, Leonardo PiccianiPMDB, Luiz SérgioPT, Wadih DamousPT.

DEPUTADOS FEDERAIS PELO RIO DE JANEIRO QUE ESTÁ INDECISO.

Washington Reis - PMDB. 

DEPUTADOS FEDERAIS PELO RIO DE JANEIRO QUE NÃO DECLARA.

Pedro PauloPMDB.

quarta-feira, 13 de abril de 2016

Polícia Civil prende suposto assaltante do Posto Caiçara

O Grupo de Investigações e Capturas (GIC) da Delegacia Legal de Itaperuna cumpriu dois mandados de prisão nesta segunda-feira (11), em Nossa Senhora da Penha, distrito de Itaperuna. Na ocasião, foi preso L.M.M.N., 18 anos, e sua companheira G.S.C., 33 anos. O jovem, que vai responder por roubo a estabelecimento comercial deve ficar à disposição da Justiça na Casa de Custódia de Itaperuna; já sua companheira foi indiciada por fralde processual, além de falso testemunho. Ela deve seguir para o Presídio Feminino, em Campos dos Goytacazes.

Os crimes
No dia 8 de fevereiro deste ano, três frentistas foram assaltados quando estavam trabalhando no Posto Caiçara, localizado no km 03 da Rodovia BR-356, Itaperuna. Os trabalhadores foram rendidos por um jovem que estava em uma motocicleta Honda Bros, cor vermelha. Aparentemente armado, o assaltante exigiu que passassem todo dinheiro. Após recolher cerca de R$ 1.700 (mil e setecentos reais), o assaltante fugiu na moto em direção a Campos dos Goytacazes.
O roubo foi registrado na Delegacia Legal de Itaperuna. Desde então foram iniciadas investigações. A companheira do jovem prestou depoimento na delegacia. Durante declarações, a mulher passou informações que atrapalharam os trabalhos da Polícia Civil. Por este motivo ela também foi presa.
Fonte: O Diário do Noroeste

Motociclista fica ferido em colisão na BR 356, próximo a Retiro do Muriaé

Bombeiros do 21º GBM se deslocaram até a BR 356, próximo à entrada de Retiro do Muriaé, Itaperuna, onde um motociclista – que pilotava uma Honda Bros vermelha – ficou ferido no meio da noite desta terça-feira (12), ao colidir com um automóvel. De acordo com informações obtidas junto a testemunhas, a vítima que sofreu diversas escoriações pelo corpo, sendo socorrida ao Hospital São José do Avaí, teria atravessado a pista para fazer a conversão, quando foi atingido pelo Fiat Uno de cor prata com placa de Belo Horizonte (MG), que seguia na faixa principal. Com o impacto, o automóvel ficou com sua parte frontal completamente destruída e seu motorista, sofreu escoriações leves.



Fonte: Natividade FM – Fotos: Blog Adilson Ribeiro

Italva e Porciúncula sofrem com surto de Chikungunya

Os casos registrados de suspeita de Chikungunya, transmitido pelo mosquito Aedes aegypti, no estado do Rio de Janeiro, chegou a 469, mostrou o RJTV da Rede Globo sábado (09/04). Entre eles, 123 foram confirmados. Somente na cidade do Rio, são 80 casos confirmados.
Oito municípios estão com o surto da doença: São João de Meriti, Nova Iguaçu, Nilópolis, Mesquita e Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Porciúncula e Italva, no noroeste do estado, além da cidade do Rio de Janeiro.
Esse vírus pode causar dores crônicas nas articulações e em alguns casos esse sintoma dura até dois anos. A Secretaria Estadual de Saúde diz que agora vai fazer um treinamento com os médicos das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs). “Uma parcela menor dessas pessoas podem não responder o tratamento. Esse mês a gente vai realizar treinamento na rede para uso de medicamentos para casos crônicos para tentar minimizar o problema e orientar sobre os medicamentos que podem para a gripe e os sintomas”, disse o subsecretário Alexandre Chieppe.
Surto-Chikungunya

Furacão 2000 promete 100 mil pessoas contra o golpe

Foto: Mídia Ninja
A Furacão 2000 vai pela primeira vez à orla de Copacabana. E não se trata de um simples baile funk, mas de um ato contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. No domingo, dois carros de som serão responsáveis por mobilizar o povo contra o que a organização chama de “golpe”.
Rômulo Costa, fundador da Furacão 2000 e idealizador da manifestação, explica que a expectativa é colocar mais de 100 mil pessoas na orla. Para isso, conta com a presença maciça dos moradores de comunidades próximas, como Rocinha, Vidigal, Pavão Pavãozinho e Cantagalo.
A fim de convocar os residentes de regiões mais afastadas da Orla, Costa tem uma ideia ambiciosa: negociar a liberação, durante um certo período de tempo, das catracas da Supervia e do Metrô Rio. Não há, porém, nada confirmado nesse sentido, assim como no que diz respeito aos MC’s que estarão no ato. “Teremos uma reunião amanhã (hoje) à noite para definir e liberar o nome deles”, esclarece.
Fã do ex-presidente Lula, Costa rechaça as críticas ao petista, principalmente a preocupação alheia com os bens do político. “Ele tinha que morar em um prédio de dez andares na Vieira Souto, por tudo o que já fez pelo país”, opinou.
O principal alvo do funkeiro é o presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha. “Temos um presidente ilegítimo para comandar o processo. O paraíso fiscal do Cunha, no Rio, é a Assembleia de Deus”, acusa Costa, que, apesar de evangélico e frequentador da Igreja Universal, tece fortes críticas ao modo como as igrejas são conduzidas, com isenção de impostos. “E os evangélicos de Brasília não me representam”, concluiu.

Mulheres dizem ter sido agredidas por seguranças em boate do Rio



Duas mulheres dizem ter sido agredidas por seguranças de uma boate no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Elas contaram ao RJTV que foram a uma festa, no Paris Café no sábado (9), quando Carol Kappaun se desequilibrou e quebrou sem querer a porta de vidro do banheiro. Como a namorada Roberta Fortes discordou do valor cobrado para o pagamento, as duas foram espancadas pelos seguranças da casa noturna com socos e pontapés.
"Eu quebrei a porta, me desequilibrei na hora de ir ao banheiro e voltei para a pista de dança para continuar a comemoração do aniversário dela. Depois que eu paguei a minha conta, na hora de ir embora, eles me cobraram R$ 400 pela porta. Eu paguei os R$ 400, coloquei sobre o balcão, ela [Roberta] não achou justo, porque não tinha um orçamento, pegou R$ 200 e deixou R$ 200 na casa e disse que depois do orçamento se fosse a mais voltaria pra pagar. Nisso, a dona da festa acionou os seguranças, que me barraram de sair da casa, me prenderam. Eu levei um soco, não sei de onde veio. Eu sei que estava no chão, sendo agredida", contou a fotógrafa Carol Kappaun.
A design Roberta Fortes também contou que foi agredida. "Quando eu fui tentar tirar ela daquela situação desesperadora um dos seguranças virou pra mim, deu um tapa na cara e me jogou longe", contou Roberta.
Elas registraram o caso na delegacia do Recreio e fizeram exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML). O RJTV tentou contato com a direção do Paris Café desde segunda-feira (11), mas ninguém atendeu as ligações
.

Pezão recebe alta de hospital no Rio na manhã desta quarta-feira

O governador licenciado do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, recebeu alta do Hospital Pró-Cardíaco, em Botafogo, na Zona Sul do Rio, na manhã desta quarta (13).
Pezão voltou a ser internado na terça-feira (5) após ser identificada uma infecção cutânea no lugar onde foi inserido um catéter, perto do ombro, pelo qual ele começou a receber a quimioterapia para tratamento de um câncer.
Lula visitou o governador Pezão nesta segunda-feira (Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)Lula visitou o governador Pezão nesta segunda-feira
(Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula)
Licenciado para tratar um câncer, Pezão havia recebido alta do mesmo hospital no dia 31 de março, após 19 dias internado para a primeira bateria de sessões de quimioterapia. Ele foi diagnosticado com um linfoma não-Hodgkin, um tipo de câncer nas células de defesa do organismo.
Na tarde de segunda-feira (11), Pezão recebeu a visita do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no hospital. Lula não deu entrevistas.
No mês passado, o governador anunciou que começaria o tratamento contra um linfoma não-Hodgkin, que é um tipo de câncer no sistema linfático que afeta o sistema de defesa do organismo. Durante a coletiva, Pezão garantiu que vai enfrentar a doença com determinação e firmeza.
"Tem coisas piores na vida. Tem coisas que Deus dá para a gente porque sabe que somos capazes de carregar. Eu sei que vou passar por isso daí e vou acabar mais forte", afirmou o governador na época.

Justiça determina que seja aberta CPI das Olimpíadas na Câmara do Rio

Palácio Pedro Ernesto, sede da Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
Na tarde desta terça-feira (12), uma decisão da 7ª Vara de Fazenda da Justiça do Rio determinou que a Câmara dos Vereadores do Rio instale, imediatamente, Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Olimpíadas. A decisão do juiz Eduardo Antonio Klausner, anula o parecer do presidente da Câmara dos Vereadores, Jorge Felippe (PMDB), que havia impedido a instalação da CPI das Olimpíadas sob o argumento de não haver fato determinado.
"Essa investigação é a favor da transparência, dos recursos públicos e da cidade do Rio de Janeiro", disse em plenário o vereador Jefferson Moura (Rede).
O pedido da CPI sobre os Jogos Olímpicos de 2016 foi protocolado na quinta-feira (31) pela Mesa Diretora na Câmara de Vereadores do Rio. Dezessete vereadores assinaram o documento, chegando a um terço dos 51 vereadores da Casa, o suficiente para a instalação da CPI.
O objetivo da CPI, pedida pelo vereador Jefferson Moura (Rede), é investigar todos os contratos fechados com as empreiteiras denunciadas pela Operação Lava-Jato e os possíveis aditivos de contratos.
Serão investigados também os gastos e os incentivos fiscais concedidos para a construção dos equipamentos esportivos e do legado do evento, incluindo a Linha 4 do Metrô.

Deputado Flávio Bolsonaro troca tiros na Barra da Tijuca

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSC) afirmou nesta terça-feira (12) que trocou tiros com dois criminosos por volta de 11h na Avenida das Américas, Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. O caso foi registrado na 16ª DP (Barra) como tentativa de roubo.
Todos os disparos que atingiram seu veículo partiram de dentro do carro, quando Bolsonaro reagiu aos assaltantes.Em nota, a Polícia Federal informou que o deputado tem autorização para porte de arma com validade até 2019.
 "Vimos um assalto no carro ao lado e meu segurança, que é policial militar, saiu do carro para rendê-lo, quando o assaltante pegou a arma para atirar nele e eu reagi. Foi um susto", disse Bolsonaro.
Ele e o segurança não se machucaram. Bolsonaro, no entanto, alega que feriu um dos criminosos. Ele é um dos maiores críticos na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj) em relação à restrição ao porte de armas e voltou a criticar o sistema "praticamente impeditivo".
Representante da comissão parlamentar que investiga a morte de policiais, Bolsonaro criticou ainda as dificuldades vividas pela polícia.
Deputado Flávio Bolsonaro de saída da delegacia rumo à Alerj (Foto: Gabriel Barreira/G1)Deputado Flávio Bolsonaro de saída da delegacia rumo à Alerj (Foto: Gabriel Barreira/G1)
"O delegado me falou que só não poderia mandar uma viatura agora ao local porque só tem três viaturas e que todas estavam sendo usadas em investigações, depois o pessoal da PM me falou que só têm seis motos aptas para trabalhar em toda área do 31º BPM (Recreio), que é uma área muito grande. É o tipo de situação que poderia ser inibida se tivesse mais policiais motociclistas", concluiu.
  •  
Flávio Bolsonaro esteve na 16 DP (Barra da Tijuca) após reagir a assalto (Foto: Reprodução)Flávio Bolsonaro esteve na 16 DP (Barra da Tijuca) após reagir a assalto (Foto: Reprodução)
Parabrisa do carro de Flávio Bolsonaro ficou marcado por disparos (Foto: Gabriel Barreira/ G1)Parabrisa do carro de Flávio Bolsonaro ficou marcado por disparos (Foto: Gabriel Barreira/ G1)
Flávio Bolsonaro prestou depoimento na 16 DP (Barra da Tijuca) (Foto: Gabriel Barreira/ G1)Flávio Bolsonaro prestou depoimento na 16 DP (Barra da Tijuca) (Foto: Gabriel Barreira/ G1)

Ônibus queimados após dois baleados em operação da PM

Dois ônibus foram queimados na noite desta terça-feira (12) em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após duas pessoas terem sido baleadas em patrulhamento da UPP Mangueirinha em uma comunidade da região.
Segundo a PM, os policiais faziam patrulhamento na região conhecida como Lixeria quando encontraram com bandidos armados.
ônibus foram incendiados em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após confronto entre policiais e criminosos (Foto: Zilmar Sebastião de Melo/Arquivo Pessoal)ônibus foram incendiados em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, após confronto entre policiais e criminosos (Foto: Zilmar Sebastião de Melo/Arquivo Pessoal)
Houve troca de tiros e dois moradores foram feridos. Após a operação, os moradores se exaltaram e colocaram fogo em dois ônibus, segundo informações da polícia.
Os feridos foram levados para o Hospital Municipal Moacyr do Carmo, também em Caxias. Até a públicação desta reportagem não havia informações sobre o estado de saúde delas.  O policiamento na região foi reforçado pelo Grupamento de Intervenções Táticas e pelo 15º BPM.

Secretaria do RJ diz que vai negociar com alunos que ocupam escolas

A Secretaria de Estado de Educação do Rio voltará a negociar com os estudantes que ocupam 26 escolas em todo o estado. A secretaria informou que serão agendadas assembleias nas unidades para discutir as principais reivindicações do movimento. Pela proposta, esses encontros terão a presença de representantes do Ministério Público, da Defensoria Pública e da Comissão de Educação da Alerj.
A decisão de voltar a negociar com os alunos foi tomada após reunião do secretário de Educação, Antonio Neto, com representantes dessas entidades na tarde desta terça-feira (12). O encontro também contou com a presença de representantes da Secretaria de Direitos Humanos.
Escola ocupada por alunos da rede estadual de educação (Foto: Agência Brasil)Escola ocupada por alunos da rede estadual de educação (Foto: Agência Brasil)
Segundo a secretaria, uma das preocupações é a garantia do direito à educação para todos os alunos e que no caso da necessidade de uma reintegração de posse, que esta ocorra de forma pacífica e sem violência.
A Justiça do Rio deferiu nesta segunda-feira (11) uma liminar de reintegração de posse do Colégio Estadual Prefeito Mendes de Moraes, localizado na Ilha do Governador, na Zona Norte. A escola foi ocupada no dia 23 de março, e foi a primeira de um movimento chamado "Ocupa Escola", que pede melhorias nas condições de ensino e apoia a greve de profissionais de educação no Estado do Rio.
Na reunião, a secretaria informou que trabalha junto à Comissão de Educação da Alerj em um projeto de Lei que permitirá, mediante critérios técnicos de gestão, que a comunidade escolar escolha o diretor das unidades escolares. Tais critérios serão discutidos em um grupo de trabalho em parceria com a Comissão de Educação da Alerj.Também nesta terça, a secretaria se reuniu com representantes do Sindicato dos Professores do Rio (Sepe) para propor os pontos que podem ser concedidos para o fim da greve dos professores. De acordo com a pasta, toda e qualquer ação negociada só valerá com a condição do fim do movimento grevista e a volta às aulas.
A secretaria também colocou que não se opõe ao pedido de mudança da carga horária dos servidores administrativos da pasta para 30 horas. No entando, a viabilidade  dependerá da aprovação de um projeto de Lei a ser apresentado à Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.
Outro ponto acordado pela secretaria é sobre o número do sistema de avaliação bimestral do processo de ensino e aprendizagem nas escolas. Atualmente são três avaliações e o estado concorda em reduzir em um ou dois. Eles não abrem mão das manutenção das avaliações no final do ano.
Também não houve avanço com relação às reivindicações financeiras, diante da grave crise que o Estado está passando. Tanto o governador Pezão como o governador em exercício, Francisco Dornelles, frisaram que, assim que houver qualquer melhora e possiblidade financeira, os professores serão os primeiros a serem atendidos.

Após flagrar mulher em motel do Rio, ex-PM troca tiros com rival e morre

Um PM afastado morreu depois de trocar tiros com um policial civil na porta de um motel, em Irajá, na Zona Norte do Rio, na noite desta terça (12). Jaime Damião Pavel, de 30 anos, e a mulher se casaram em novembro do ano passado. Ele era policial militar, mas estava afastado e trabalhava como taxista.
Jaime morreu após flagrar uma traição da esposa. Ela saiu de casa dizendo que ia para a faculdade e, desconfiado, resolveu seguí-la. O PM descobriu que a mulher entrou em um motel na esquina da Avenida Monsenhor Félix com a Rua Coronel Franca, em Irajá. O marido esperou a dupla sair do motel e abordou a esposa e o amante, quando eles saíam do local, por volta das 22h.
O amante foi identificado como Leonardo Cabral Aranha de Araújo, de 41 anos, e é policial civil da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core). Os dois homens brigaram e trocaram tiros. Os carros que estavam estacionados próximo ao local ficaram com marcas de bala.
Crime ocorreu quando casal saía de motel em Irajá (Foto: Reprodução / TV Globo)Crime ocorreu quando casal saía de motel em Irajá (Foto: Reprodução / TV Globo)
Jaime foi atingido três vezes: no ombro, na coxa e na mão e Leonardo foi baleado no quadril. Os dois foram levados para o Hospital Getúlio Vargas, na Penha. Jaime não resistiu e morreu. Leonardo fez uma cirurgia e está internado.
A polícia contou que a arma usada por Jaime era do pai dele, um sargento do Exército. A Divisão de Homicídios está investigando o caso e fez a perícia no local.

Corpo de jovem atingido por bala perdida é enterrado no RJ

William Davi Cordeiro, morto por uma bala perdida, na segunda-feira (11), em Cascadura, na Zona Norte do Rio, é enterrado (Foto: Alba Valéria Mendonça/G1)William Davi Cordeiro, morto por uma bala perdida, na segunda-feira (11), em Cascadura, na Zona Norte do Rio, é enterrado (Foto: Alba Valéria Mendonça/G1)
Matheus Macedo Gomes era amigo de turma de faculdade de William (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)
Matheus Macedo Gomes era amigo de turma de faculdade de William (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)

Muita tristeza marcou o velório e o enterro do jovem William Davi Cordeiro, morto por uma bala perdida, na segunda-feira (11), em Cascadura, na Zona Norte do Rio. Muitos jovens, amigos da Igreja Evangélica Congregacional de Cascadura e da turma do primeiro período de educação física da Universidade Castelo Branco estiveram no  Cemitério Jardim da Saudade, em Mesquita, na Baixada Fluminense, na manhã desta quarta (13).
Segundo o amigo de faculdade Matheus Macedo Gomes, de 18 anos, toda a turma veio uniformizada e com uma rosa branca prestar a última homenagem ao colega. "Ele era muito animado, gente boa. Toda a turma gostava dele", disse o rapaz que acrescentou que William Davi foi enterrado com o uniforme da faculdade.
Outro grupo de jovens, muito abalados, usavam uma camiseta com a foto de William. Eram amigos da igreja que ele frequentava desde criança. "Ele vai fazer muita falta. Era muito alegre, sempre animado. No sábado fomos a uma festa e ele começou a dançar dizendo que era preciso alguém para animar a festa. No domingo, depois do culto, saindo da igreja ele comentou que achava que nunca lhe iria faltar amigos, pois se sentia uma pessoa muito querida", disse emocionado e chorando muito o amigo Estevão Rodrigues, de 15 anos.
Corpo de William foi enterrado no cemitério de Mesquita, na Baixada Fluminense (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)Corpo de William foi enterrado no cemitério de Mesquita, na Baixada Fluminense (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)
Muitas pessoas compareceram ao velório do jovem William (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)Muitas pessoas compareceram ao velório do jovem William (Foto: Alba Valéria Mendonça / G1)
Tentativa de assalto a PM
O tiro partiu de um confronto entre bandidos e um major da Polícia Militar, durante uma tentativa de assalto. O PM, que não quis ser identificado, estava saindo de casa de carro, quando foi abordado por outro veículo onde estavam três assaltantes.
O rapaz tinha começado a faculdade de educação física e estava prestes a tirar a carteira de habilitação. Nesta segunda, por volta de nove da noite, estava voltando pra casa, em Cascadura, na Zona Norte.
“Um dos elementos veio na minha direção, falou "perdeu". Eu falei: "Tá tranquilo". Perdi. Aí, meti a mão na pistola, que já estava no banco do carona. Quando ele me viu pegar a pistola, ele começou a atirar e correr. Correu atirando e eu de dentro do carro atirei nele também, né. E ele se juntou aos outros dois e começaram a atirar. Atiraram e a eu atirei de dentro do carro”, explicou o policial.
O vidro traseiro do carro do policial ficou cheio de marcas de bala. Ele contou que socorreu William Davi, assim que percebeu que o jovem foi atingido. Levou pro Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier. William teve uma hemorragia interna e não resistiu.
Os três criminosos fugiram logo depois do tiroteio. A Divisão de Homicídios da Capital está investigando o caso e fez perícia no local pra descobrir de quem partiu o tiro que acabou matando William Davi. Durante a madrugada, o policial militar e o pai do jovem estiveram aqui pra prestar depoimento.
Data de Criação deste Blog: 17 de Dezembro