sábado, 17 de novembro de 2012

Balanço do Nosso Blog:

         

Violação de domicílio e ameaça no bairro Surubi


Aposentada é vítima de roubo e vai parar na UPA


Uma aposentada de 64 anos foi abordada por um rapaz na Rua Ari Parreiras, no bairro Niterói. Ele colocou algo em suas costas que ela não soube identificar se seria arma de fogo ou arma branca. O elemento pediu que ela entrasse em uma garagem que estava aberta e que não olhasse para trás.

Foi levada da vítima a quantia de 900 reais que estava em sua bolsa. Após o roubo o rapaz ainda lhe deu um empurrão, tendo a aposentada caído no chão e ali permanecido até que um transeunte a encontrou caída. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e levada à UPA.

por: Rádio Itaperuna AM 1410

1











1


sexta-feira, 16 de novembro de 2012


1


Bombeiros buscam por corpo de homem no Rio Paraíba


Um homem de 28 anos desapareceu depois de cair nas águas do rio Paraíba do Sul, na manhã desta quinta-feira (15/11), em Campos. De acordo com os Bombeiros, Carlos Augusto da Silva Castro, estaria com mais dois amigos tomando banho no rio, quando, supostamente, teria se afogado. A ocorrência atraiu vários curiosos em cima da ponte.

Uma testemunha, que teria presenciado o incidente, contou que viu quando o jovem pulou de cima da ponte General Dutra nas águas do rio Paraíba. Ainda segundo a testemunha, os dois amigos, ao perceberem que Carlos estava se afogando, saíram correndo do local.

O Corpo de Bombeiros fez várias tentativas de localização da vítima.As buscas foram encerradas às 18h. A forte correnteza dificultou o trabalho dos militares. As buscas foram retomadas na manhã desta sexta-feira (16/11).

Com informações e foto de Ururau

Operação da Corregedoria da PM prende policiais suspeitos de envolvimento em esquema de propina nas estradas


A Corregedoria da PM deflagrou nesta semana uma operação para o cumprimento de mandados de prisão contra policiais militares lotados no Batalhão de Policiamento Rodoviário. Eles são suspeitos de integrar um esquema de cobrança de proprina a motoristas nas estradas do Estado do Rio. Os policiais estão presos no Batalhão Especial Prisional.

De acordo com o corregedor da corporação, coronel Waldir Soares Filho, os mandados foram cumpridos em cidades do interior do estado, entre elas, São José de Ubá.

O comandante-geral da PM, coronel Erir Ribeiro, deixou claro que, a partir de agora, a punição para corrupção não ficará restrita aos PMs envolvidos diretamente em crimes. Segundo o coronel, até comandante de batalhão poderá arcar com as consequências dos atos dos seus subordinados.

As investigações da "Operação Mercúrio", como foi batizada, mostraram fatos estarrecedores: além de dinheiro, os policiais exigiam até queijo, goiabada e sapatos como propina para liberar os veículos. Ousados, os PMs intimidavam até motoristas que estavam com a situação regularizada.


Informações de O Dia 

Anatel suspende oferta da TIM que permite ligações ilimitadas



A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou nesta sexta-feira (16) no "Diário Oficial da União" (DOU) a suspensão da comercialização da promoção "Infinity Day", da TIM. A medida é mais um revés para a empresa do grupo Telecom Italia, que teve sua imagem abalada nos últimos meses após uma suspensão das vendas móveis em julho e de acusações de que derrubava certas chamadas para forçar usuários a realizarem novas ligações.

Segundo o texto publicado no DOU, a Anatel considera a "potencial instabilidade na rede de suporte ao SMP (Serviço Móvel Pessoal), bem como o prejuízo à qualidade da prestação do serviço aos usuários em geral da TIM Celular, em razão da promoção 'Infinity Day'".

O pacote promocional em questão permite ao usuário fazer quantas chamadas locais desejar para celulares da rede da TIM ao preço de R$ 0,50 num mesmo dia, com duração ilimitada, sendo tarifada apenas a primeira ligação local do dia, de acordo com informações da promoção no site da TIM.

Segundo o site da TIM, a promoção irá de 11 de novembro a 15 de janeiro. Um plano similar vale para chamadas interurbanas e fixas também dentro da rede da TIM. Segundo a Anatel, a promoção estava sendo veiculada pelo menos nos estados do Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso e Amazonas, além do interior de São Paulo.

Considerados "ilimitados" pela operadora, os diversos pacotes "Infitiny", que incluem também planos de dados, têm sido uma estratégia bem-sucedida da TIM, levando a operadora no ano passado ao segundo lugar da telefonia móvel no país em número de assinantes.

O presidente da Anatel, José Rezende, disse que representantes da TIM e da Anatel vão se reunir nesta sexta, na sede da agência, em Brasília, para discutir a suspensão.


Dados sobre impactos

Segundo Rezende, a TIM terá de apresentar dados mostrando que a promoção não irá impactar a rede de forma a piorar a qualidade do serviço. Se isso ficar comprovado, a operadora vai poder voltar a fazer a promoção.

No entanto, o presidente da Anatel disse que não sabe quando isso poderá ocorrer.

Ainda de acordo com Rezende, a Anatel avalia que a TIM deveria ter informado o início da promoção, o que não foi feito. As empresas de telefonia celular não são obrigadas a comunicar esse tipo de oferta, mas, para o presidente da agência, nesse momento a medida era necessária porque as ações da TIM, assim como de Oi e Claro, estão sendo acompanhadas pela Anatel devido ao aumento das reclamações dos clientes.

Na quinta-feira, a TIM informou, por meio de sua assessoria de imprensa, que recebeu ofício da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) pedindo a suspensão de uma promoção da operadora, lançada na última terça-feira (13).
A TIM disse, em nota, que "foram transmitidas para a agência todos os detalhes técnicos e mercadológicos da iniciativa, que é limitada em 19 cidades para oportuna analise conforme regulamentação em vigor".


Suspensão de vendas

Em julho deste ano, a TIM teve a venda suspensa pela Anatel, em 18 estados mais o Distrito Federal, por conta das reclamações registradas entre janeiro de 2011 e junho deste ano.

As vendas foram liberadas depois de mais de dez dias de suspensão porque a operadora apresentou um plano de melhoria de rede, que foi considerado satisfatório pela Anatel.

Na época da liberação, o presidente da Anatel, José Rezende, afirmou que as empresas se comprometeram a cumprir metas trimestrais de melhoria em suas redes e seus serviços e fiscalizaria o cumprimento dos planos em cada um dos estados. Segundo o G1 apurou, a agência deve se manifestar até o fim do mês sobre o andamento dos planos apresentados pelas operadoras.

Informações de G1

Preocupante: no feriado prolongado hemocentro de Campos está com estoque baixo


O Hemocentro da cidade de Campos dos Goytacazes, RJ, está com o estoque de sangue baixo. A situação é preocupante principalmente porque no período de feriado prolongado aumenta a demanda nos hospitais e também por sangue. O local atende a outras 15 cidades do Norte e Noroeste Fluminense e, durante o feriado, é normal que o movimento de doações diminua.

Um refrigerador do Hemocentro precisaria estar cheio, com 200 bolsas. No entanto, o estoque de sangue doado não chega nem a 30% do que seria o ideal. Por dia, são necessárias pelo menos 70 doações, mas no primeiro dia do feriadão, elas não chegaram a 30. A situação preocupa a diretoria do Hemocentro.

Quem puder doar, o Hemocentro de Campos fica no Hospital Ferreira Machado, na rua Rocha Leão, número 2, no bairro Caju. O horário de funcionamento é das 7h às 18h de segunda à segunda.

Informações de G1

Celular, carregadores e maconha são apreendidos na Casa de Custódia de Itaperuna




Um inspetor penitenciário realizou revista de rotina na cela D da Casa de Custódia de Itaperuna, ontem (15), por volta das 9h, e formam apreendidos dois carregadores, um aparelho de telefone celular e um tablete de maconha. O local comporta 80 detentos. Não se sabe a quem pertencia os materiais.

Maconha é apreendida na Barreira Fiscal


Policiais integrantes da Barreira Fiscal da RJ-186 abordaram um veículo Gol de cor prata, ontem (15), por volta das 9h30. Durante buscas, foi encontrado um tubo plástico contendo pequena quantidade de maconha, que estava escondido dentro do forro, atrás da poltrona do carona.

Um estudante de 21 anos disse que a droga era dele. O jovem reside em Conselheiro Lafaiete, Minas Gerais, e estava indo para praia de Guarapari, no Espírito Santo, onde pretendia consumir a droga com seu amigo, outro estudante de 20 anos. Os dois foram conduzidos à Delegacia Legal de Itaperuna e liberados após o registro de ocorrência.

Homens armados realizam assalto e levam automóvel no bairro Lions


Um estudante de 23 anos chegou em casa na última quarta-feira (14), por volta das 21h30, na Rua Aderbal Carneiro Terra, no bairro Lions, foi até a geladeira pegar bebidas para ir a um churrasco e deixou o carro estacionado na porta da garagem. Uma jovem ficou lhe aguardando. Quando ele retornou, viu um homem com uma arma de fogo apontada para cabeça da jovem. Havia um total de três assaltantes. Eles colocaram as vítimas sentadas no sofá e pegaram uma pulseira, um anel, e um cordão com pingente, tudo de ouro. Depois, trancaram as vítimas no quarto e levaram o veículo Corolla de cor preta, placa MRA-2019. O registro de ocorrência está sendo feito na Delegacia Legal de Itaperuna.

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Governador reitera convocação para passeata pelos royalties no dia 26

Caminhada, na Rio Branco, é contra redistribuição que prejudica estados produtores

O governador Sérgio Cabral reafirmou, que está mobilizando a população para participar de uma grande caminhada na Avenida Rio Branco, no Centro do Rio, no próximo dia 26, para protestar contra o projeto de lei que redistribui os royalties do petróleo, prejudicando estados produtores, como Rio e Espírito Santo.

Segundo Cabral, seu governo não se nega a discutir ou a negociar nova distribuição de royalties para o futuro, a partir de um novo marco regulatório, mas não aceita mexer com o que já foi licitado.

- O Rio de Janeiro vai até perder no futuro, mas perde diante de uma nova distribuição (de royalties). Agora, com o que já foi leiloado, com o que já foi contratado, o que já faz parte das receitas do Estado, é uma violência sem tamanho - afirmou o governador.

Cabral ressaltou que os royalties são necessários ao Estado para o pagamento de aposentados e pensionistas, investimentos ambientais e até para pagamentos da dívida do Estado com a União. A presidenta Dilma Rousseff tem até o dia 30 de novembro para decidir sobre o projeto de lei.

- Isso (o projeto de lei), na verdade, é um precedente perigosíssimo. Quem acha que está se beneficiando com isso não vai resolver problema de nenhum estado brasileiro, porque o volume de recursos não resolve nada no Brasil, mas é fundamental para o Rio de Janeiro. O que hoje se faz com o Rio amanhã se pode fazer com a Zona Franca de Manaus, com os incentivos do Nordeste, com os benefícios do Centro Oeste. Nem o povo do Rio nem nenhum político do Rio jamais levantou a voz para cobrar esses benefícios. O Rio de Janeiro sempre foi solidário com o Brasil e acho que o Brasil tem que ser solidário com o Rio - disse o governador.


Isabel Kopschitz

Eleitor que não votou no primeiro turno tem até 6 de dezembro para justificar ausência


O eleitor que deixou de votar no segundo turno das Eleições 2012, por estar fora de seu domicílio eleitoral, e não justificou a ausência no dia da eleição poderá apresentar a justificativa até o dia 27 de dezembro. Já quem faltou ao primeiro turno do pleito deve regularizar a situação até o dia 6 do mesmo mês. No Brasil, o voto é obrigatório para quem tem de 18 a 70 anos.

A justificativa deve ser apresentada em qualquer cartório eleitoral do país. Para tanto, o eleitor deve preencher o Requerimento de Justificativa Eleitoral, que é obtido, gratuitamente, nos cartórios eleitorais.

O documento também pode ser baixado em formato PDF no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Para preencher o formulário, é indispensável que o eleitor tenha o número do título. Além do requerimento devidamente preenchido, o eleitor também terá de apresentar um documento com foto, que pode ser a carteira de identidade ou documento de valor legal equivalente (identidades funcionais), como certificado de reservista, carteira de trabalho ou carteira nacional de habilitação.

O eleitor que não votar e não apresentar justificativa fica impedido, entre outras coisas, de tirar passaporte, inscrever-se em concurso ou prova para cargo ou função pública, investir-se ou empossar-se neles, e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo, entre outras sanções.

Quem deixar de votar e não apresentar justificativa por três eleições, considerando cada turno uma eleição, tem o título cancelado.

Eleitores no exterior

Os eleitores residentes no exterior e que já se cadastraram para votar no país onde moram não votam nem precisam justificar a ausência na eleição municipal. Esses eleitores participam somente do pleito para presidente da República.

Já os residentes no exterior que não se cadastraram para votar no país onde se encontram e os que estiverem fora do Brasil no dia do pleito municipal devem justificar a ausência às eleições no prazo de 30 dias após o retorno ao Brasil.

Clique aqui para outras informações sobre justificativa eleitoral.

Fonte: TSE

Municípios do Estado do Rio se unem em ato a favor dos royalties


Os municípios do Estado do Rio de Janeiro vão se unir para um novo ato público contra a redistribuição dos royalties. O evento acontecerá na segunda-feira, dia 26, a partir das 14h, na Avenida Rio Branco, na capital fluminense, mesmo local onde foi realizado um ato pela mesma razão, no dia 10 de novembro de 2011. Há uma estimativa de que compareçam cerca de 100 mil pessoas.

O Ato acontece para unir forças à campanha pelo veto da presidente Dilma Rousseff ao Projeto de Lei 2565/11, aprovado, por 286 votos a 124 em Sessão Deliberativa Extraordinária, na Câmara dos Deputados, na semana passada.

O projeto de lei que altera as regras de distribuição dos royalties do petróleo, chegou na última sexta-feira (09/11) ao Palácio do Planalto e terá seu destino definido pela presidenta obrigatoriamente até o dia 30 de novembro.

Por se tratar de um tema polêmico, a presidente deverá utilizar todo o prazo para analisar o texto e decidir se sanciona a lei, com ou sem vetos, ou se veta integralmente a proposta.

Em entrevista na manhã desta quarta-feira (14/11) para o programa De Olho na Cidade, da TV Litoral, o vice-governador do Estado, Luiz Fernando Pezão, falou sobre o ato público.

“O governador convocou para uma reunião preparatória, a ser realizada no dia 22, todas as entidades de classes, Assembleia Legislativa, os deputados federais e senadores e a toda sociedade civil. Vamos fazer uma grande mobilização para que a presidente vete esse Projeto de Lei de redistribuição dos royalties”, disse. 

Pezão disse que na semana passada o governador Sérgio Cabral conversou com a presidenta Dilma sobre o assunto.

“Todos os outros 25 governadores também estão fazendo uma grande mobilização para sancionar o projeto. Nós vamos mostrar o quanto que o Rio perde, a quebra do pacto federativo, uma série de transtornos que serão ocasionados para as cidades e ao governo do Estado”, comentou.

O vice-governador não acredita que Dilma Rousseff sancione o Projeto de Lei. “Eu não trabalho com a possibilidade dela sancionar. Ela falou para quase três mil prefeitos em Brasília, que o que mexesse nas receitas já contratadas, no que já está contratado, não aceitaria que alterasse com esses recursos. Então a gente continua trabalhando na palavra dela e do ex-presidente Lula que fez esse acordo quando enviou o novo projeto do marco legal do pré-sal para o congresso. Agora não temos uma ação pronta com todos os juristas nossos, a procuradoria geral do Estado, estudando e vendo as medidas legais que nós vamos tomar caso o veto dela seja tombado no Congresso. Temos que tomar medidas legais cabíveis e nós vamos tomar”, finalizou.

Informações de Ururau

Feriadão de chuva em todo o Estado


A quarta-feira foi de muito trabalho para a população das cidades mais afetadas pelas fortes chuvas que caíram em praticamente todo o território fluminense na terça-feira. Enquanto as famílias se organizavam para voltar às casas, autoridades alertavam para a previsão de chuva no feriado prolongado em todo o estado do Rio. O clima deve permanecer instável por conta de uma frente fria que avança por toda a região Sudeste deixando o céu com nuvens carregadas. Os Municípios de Trajano de Moraes, Conceição de Macabu e Nova Friburgo estão em alerta.

Trajano de Moraes teve a única morte registrada em decorrências das chuvas. O corpo do lavrador Fabiano Luz Rodrigues, 26 anos, que havia sido arrastado pela enxurrada na última terça-feira, foi encontrado ontem de manhã no rio Imbé, a dois quilômetros do local onde Havaí desaparecido. Na RJ 182, que liga Trajano ao município de Santa Maria Madalena o asfalto cedeu. Segundo a Defesa Civil, uma pedra deslizou pelo barranco e caiu na pista. Três bairros da cidade foram alagados.

Ponte é interditada em Macabu

Já em Conceição de Macabu, entre a região Serrana e o Centro Norte Fluminense, uma ponte de acesso a Santa Maria Madalena foi interditada depois que a cabeceira começou a ceder. Ninguém ficou ferido. Segundo a Defesa Civil de Conceição, há outro acesso ao município vizinho, numa ponte localizada no bairro Beira Rio.

Em Nova Friburgo voltou a chover. A Defesa Civil interditou a maioria das casas na comunidade de Três Irmãos, devido ao risco de deslizamentos como os que aconteceram na última terça-feira. Na cidade houve o registro de duas pessoas feridas em decorrência das chuvas. Não há informações sobre mortos ou desaparecidos.

Informações de O Diário (Campos dos Goytacazes)

Acidente envolvendo três veículos na BR 101 deixa uma pessoa ferida


Um acidente envolvendo três veículos foi registrado na noite desta quarta-feira (14/11), no km 50 da BR 101, próximo ao distrito de Travessão de Campos, em Guarus. Esta foi a primeira ocorrência de trânsito neste feriadão prolongado, que terá fiscalização intensificada durante todos os dias nas rodovias federais e estaduais da região.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros da Codin, um caminhão teria se desgovernado na estrada e atingido duas Saveiros, que seguiam pelo mesmo sentido do caminhão.

O acidente aconteceu por volta das 22h05. O motorista de um dos automóveis, Robson Biancardi, 42 anos foi socorrido pela Autopista Fluminense - concessionária que administra a rodovia - e levado, sem gravidades, para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

OPERAÇÃO NAS ESTRADAS FEDERAISTeve início nesta quarta-feira (14/11) a Operação República nas rodovias de todo o país. Em Campos, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) está intensificando a fiscalização das rodovias federais, BRs 101 e 356 desde a tarde de quarta. A ação vai até a manhã da próxima quarta-feira (21/11).

De acordo com o Chefe do Núcleo de Policiamento, Carlos Braga, os agentes vão intensificar as fiscalizações de ultrapassagens, transporte de criança (uso da cadeirinha), álcool, cinto de segurança e motos. A partir deste sábado, o foco principal será o trecho da BR-356 que dá acesso às praias de São João da Barra.

O chefe de patrulhamento orienta ainda, que durante a Operação, os motoristas devem ficar atentos quanto à restrição de trânsito para veículos de carga. A proibição visa permitir maior fluidez nas rodovias. Caminhões bitrem e caminhões cegonha estão proibidos de trafegar no período de 6h às 12h de quinta-feira (12/11) e das 16h às 22h de domingo (18/11). O motorista que descumprir a determinação será multado.


FISCALIZAÇÃO TAMBÉM NAS RODOVIAS ESTADUAIS DA REGIÃO
O Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ) e o Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual (BPRv) iniciaram, na tarde desta quarta-feira (14/11) a “Operação República e Zumbi 2012”. A intervenção tem por objetivo garantir maior segurança e fluidez ao intenso tráfego que utilizará as principais rotas de saída da cidade.


Ao todo serão 160 policiais e cerca de 10 viaturas, incluindo duas motos patrulha, durante todo o feriadão. O efetivo é 30% maior do que o de costume. Além dos veículos, policiais estarão utilizando radares e etilômetros (bafômetros) durante a fiscalização. 

A Operação República e Zumbi 2012, cobrirá todas as cias do Norte e Noroeste fluminense, dentre elas: Campos, São Francisco, Itaocara e Bom Jesus do Itabapoana. (Urarau)

Faculdade Redentor (RJ) inscreve para Vestibular 2013


Estão abertas as inscrições para o Vestibular 2013 da Faculdade Redentor. As provas são para o 1º semestre de 2013. Em Campos, dias 21 ou 28 de novembro, sempre às 19h30. 

Em Itaperuna, dia 24 de novembro às 9h. Em ambas as cidades, o horário de chegada deve ser de uma hora antes do início da prova.

Para se inscrever, o candidato deverá acessar o site da Faculdade Redentor redentor.edu.br, fazer sua inscrição online e levar, no dia da prova, seu documento de identidade e dois kg de alimentos não-perecíveis ou 02 (duas) latas de leite em pó. Os mantimentos arrecadados serão direcionados a instituições assistenciais de Itaperuna.

Em Itaperuna, as vagas são para os cursos: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Serviço Social e Sistemas de Informação. E em Campos para: Administração, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Nutrição, Serviço Social e Tecnólogo em Marketing.

Para mais informações acesse o site redentor.inf.br.

Acidente na BR 356, em Cardoso Moreira deixa motorista ferrido



Ao tentar desviar de um carro que veio em sua direção, o motorista de um caminhão carregado, saiu da pista e tombou às margens da BR 356, próximo ao município de Cardoso Moreira.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Brasil tem Internet mais lenta que Haiti e Etiópia, diz pesquisa


Com média de velocidade de 105 kbps, a Internet no Brasil é apenas a número 163 no mundo e fica atrás de países como Haiti, Etiópia e Angola e dos "vizinhos" Argentina e Peru em termos de velocidade média de conexão, de acordo com o ranking mundial sobre o assunto publicado pela Pando Networks esta semana.
A liderança ficou com a Coreia do Sul, com uma conexão média de 2,2 Mbps, seguido pela Romênica, com 1,9 Mbps, sendo que logo atrás vêm outros países da Europa oriental:  Bulgária (1,6 MBps), Lituânia (1,5 MBps) e Letônia (1,4 MBps).
Segundo o estudo da Pando, a média mundial de velocidade de conexão à Internet é de 580 Kbps, número cerca de cinco vezes maior do que a velocidade no Brasil, que ainda teve a cidade de Itapema, em SC, como a segunda pior colocada entre as avaliadas, com 61 Kbps – a “líder” foi Algiers, na Argélia, com média de 56 Kbps.
Os Estados Unidos registrou velocidade média de 616 Kbps, enquanto que a  China ficou com apenas 245Kbps, bem abaixo da média mundial.
O levantamento da companhia foi baseado em cerca de 27 milhões de downloads realizados a partir de 20 milhões de computadores em 224 países do mundo todo, entre janeiro e junho deste ano.

Kiss abre turnê brasileira com show em Porto Alegre nesta quarta-feira



Fila para o show do Kiss em Porto Alegre (Foto: Reprodução/RBS TV)A banda norte-americana Kiss abre a sequência de shows no Brasil com apresentação nesta quarta-feira (14), em Porto Alegre. O show da turnê “Monster Tour” será às 21h, no Ginásio Gigantinho. Na manhã desta quarta, os fãs já faziam fila no local, com faixas e camisetas alusivas à banda.
No setlist de Paul Stanley, Gene Simmons, Tommy Thayer e Eric Singer, haverá canções do álbum "Monster", de 2012 ao lado dos eternos clássicos do grupo. Formado em 1972, em Nova York, o Kiss tem 20 álbuns de estúdio lançados. Com mais de 90 milhões de discos vendidos, a lendária banda também passará por São Paulo (17 de novembro) e Rio de Janeiro (18 de novembro).
Serviço do show em Porto Alegre
Única apresentação: 14 de novembro de 2012 (quarta-feira).
Horário: 21h.
Local: Ginásio Gigantinho, em Porto Alegre.
Endereço: Av. Padre Cacique, 891.
Classificação etária: 14 anos. 12 e 13 anos acompanhados dos responsáveis. Não será permitida a entrada de menores de 12 anos.
Tabela completa de preços
Arquibancada: 
R$ 190,00
Pista: R$ 230,00 (Esgotado)
Cadeiras: R$ 320,00
Budzone (Pista Premium): R$ 420,00
Pontos de Venda (sem taxa de conveniência)
Multisom - Shopping Iguatemi (Loja 102), diariamente das 12h às 21h. Pagamento somente em dinheiro
Multisom – Rua dos Andradas, 1001 – Centro, de segunda à sexta-feira, das 11h às 19h. Pagamento somente em dinheiro

Pontos de Venda (com taxa de conveniência)
Pela internet: www.ingressorapido.com.br
Descontos
Clube do Assinante: Desconto de 50% para os 200 primeiros titulares do Cartão do Clube Assinante ZH e para os demais 10% para titular e acompanhante.(Exceto setor Budzone). Apenas o titular do cartão pode ir ao local efetuar a compra.
Idosos: desconto de 50%, mediante a apresentação de documentos.
Estudantes: desconto de 20% sobre o valor do ingresso
*Ingressos comercializados com desconto mediante a apresentação de documentos que comprovem a condição de beneficiário tanto no momento da compra quanto na entrada do evento.

Chuva volta a cair em Nova Friburgo e casas são interditadas

Moradores do bairro Três Irmãos, em Friburgo, teme novos deslizamentos (Foto: Tássia Thum / G1)

Moradores do bairro Três Irmãos, em Friburgo, temem novos deslizamentos (Foto: Tássia Thum / G1)


Voltou a chover em Nova Friburgo, na Região Serrana do Rio de Janeiro, por volta das 11h desta quarta-feira (14) e a cidade segue em estágio de alerta. Mais cedo, por volta das 10h, a Defesa Civil chegou a liberar o retorno de moradores a algumas casas que estavam interditadas após o deslizamento de pedras provocado pela chuva no bairro Três Irmãos.
Segundo o secretário de Defesa Civil de Nova Friburgo, João Paulo Mori, cerca de 70 casas foram interditadas após os deslizamentos de terça-feira. Outras 30 residências já estavam interditadas desde a tragédia de Janeiro de 2011. Nesta quarta, as sirenes não foram acionadas porque chove pouco.
O secretário acrescentou que as sirenes tocam quando há um acumulado de 100 mm. Mori pede que os moradores de áreas de encostas se cadastrem no sitewww.alertaviacelular.com.br para que recebam SMS informando sobre os riscos de deslizamentos. Há três abrigos no bairro Três Irmãos. Cerca de 50 pessoas estão desalojadas.
Ao menos 20 casas do bairro foram atingidas pelos dois deslizamentos ocorridos na terça-feira (13). Segundo o Corpo de Bombeiros, não houve vítimas e não há busca por desaparecidos. A área afetada já estava interditada desde janeiro de 2011, quando uma forte chuva matou mais de 900 pessoas na Região Serrana.
Por volta das 10h desta quarta-feira, apenas os moradores do lado direito da Rua Rio Caraíba puderam voltar às suas casas. Os imóveis do lado esquerdo, onde fica a encosta rochosa, permanecem interditados. Desde o início da manhã, técnicos do Departamento de Recursos Minerais fazem uma avaliação das rochas que cercam o bairro Três irmãos. O chefe de equipe da Defesa Civil de Nova Friburgo, tenente Hamilton Thuller, não descarta a possibilidade de novos deslizamentos no trecho.
“A cidade ainda continua em estado de alerta porque há previsão de chuva para esta quarta-feira”, disse o tenente.
Moradores observam os estragos causados pela chuva (Foto: Tássia Thum / G1)Moradores observam os estragos causados pela chuva (Foto: Tássia Thum / G1)
Remédios e documentosOs moradores dos imóveis interditados puderam voltar às suas casas, para buscar apenas remédios de uso controlado e documentos. Homens da Cruz Vermelha e da Guarda Municipal acompanharam os moradores, que foram divididos em pequenos grupos, e só puderam permanecer nas residências por cinco minutos.
A possibilidade de uma nova tragédia atormenta a costureira Heloísa Mello da Silva, de 29 anos. Um dia após a chuva, ela voltou ao bairro para buscar documentos na casa de sua mãe, que mora em frente ao local onde houve um dos deslizamentos.

A incerteza também virou rotina para a família de Carla Serafim, de 38 anos, dona de uma confecção, que foi interditada após a chuva de terça-feira. “Fica complicado, a Defesa Civil libera a gente para voltar, mas não dá laudo. Como posso confiar e permanecer na minha casa sem riscos?”, questiona Carla, que na catástrofe de 2011, perdeu um cunhado, que morreu soterrado no bairro Floresta, também em Nova Friburgo.
“Ouvi dizer que tem uma pedra solta na encosta. Ontem, meu filho e minha mãe estavam em casa quando tudo desmoronou. Na fuga, eles acabaram se machucando. Não dá mais para ficar aqui. É difícil tudo isso, ainda mais para quem foi nascido e criado nesse bairro, como é o nosso caso. É duro deixar a casa própria e morar de favor na casa de parente ou amigo”, diz emocionada.
O comércio, escolas e hospitais funcionam normalmente no município, que é conhecido por abrigar um pólo de confecções de moda íntima.
AbrigosCerca de 250 pessoas seguem em abrigos públicos, creches e escolas. Na terça, em 24h, choveu o equivalente para 20 dias de novembro na cidade, segundo a Defesa Civil estadual.
A sirene de alerta instalada no bairro Três Irmãos, no distrito de Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo, voltou a ser acionada por volta das 19h20 desta terça-feira. O alerta pedia para os moradores deixarem suas casas porque havia risco de deslizamento na região. Carros da PM e dos bombeiros ajudaram os moradores na retirada dos móveis.
Bairro foi devastado em tragédia de janeiro de 2011
Essa mesma área atingida no bairro Três Irmãos também foi devastada no temporal de janeiro de 2011, quando mais de 900 pessoas morreram na Região Serrana do Rio. As casas destruídas pelo deslizamento ocorrido na tarde desta terça estavam interditadas desde a tragédia que completará dois anos em 2013.
De acordo com o Grupo de Previsão e Monitoramento, permanecem as previsões de chuvas de intensidade moderada. A Defesa Civil pede que os moradores da Região Serrana, do Vale do Paraíba, do Norte e do Centro-Sul prestem atenção aos comunicados do órgão. Na Região Serrana, as cidades de Bom Jardim, Trajano de Morais, Nova Friburgo, Carmo, Santa Maria Madalena, São José do Vale do Rio Preto, São Sebastião do Alto e Cordeiro têm risco de deslizamentos.

Lindbergh Farias

Propineiro Lindbergh Farias do PT vai se candidatar para 
governador do Rio em 2014.

Ele já foi denunciado pela oposição por fraudes e uso de propinas e acusado pelo Ministério Público de superfaturamento em licitações, além das denúncias de "mensalinho" na Câmara de Nova Iguaçu.

Em 2008, sua ex-secretária, Lídia Cristina Esteves, declara que era obrigada a permitir que toda a folha de pessoal da
 prefeitura fosse rodada na Paraíba, sob o comando de Frederico Farias, irmão de Lindberg. Porém, Lindberg afirma que a ex-secretária foi exonerada em 2006 e respondia a inquérito administrativo por possíveis irregularidades.

Tais denúncias fizeram com que Lindberg se tornasse o prefeito mais processado da história do município.

Em maio de 2010, sua prefeitura foi acusada de ter contratado sem licitação em março de 2005 a Fundação de Empreendimentos Científicos e Tecnológicos (Finatec). Em liminar, Lindberg teve seus bens bloqueados pela 3a Vara Cível de Nova Iguaçu a pedido do Ministério Público em 2010.

PM apreende 10 quilos de coca em Miracema


Policiais Militares do 36º BPM (Stº Antônio de Pádua), apreenderam nesta terça-feira, no Morro da Jove na cidade de Miracema, 10KG de Cocaína. A ocorrência foi registrada na 136ª DP. Quatro pessoas foram detidas, três mulheres e um homem.

Segundo informações as duas mulheres trouxeram a droga de Itaperuna com destino a Miracema. A droga veio em um ônibus da Viação Brasil dentro de uma mala de cor rosa. (F. Manha)

Municípios recebem laudos sobre riscos de desabamentos


                                               Prefeito eleito de Itaperuna, Alfredão, na Firjan

O Serviço Geológico do Estado do Rio de Janeiro, em cooperação com a Secretaria de Estado de Defesa Civil, o Departamento Geral e a Regional Noroeste, realizou a entrega das Cartas de Risco Iminente a 18 municípios das regiões Norte e Noroeste. A reunião aconteceu nesta terça-feira, 13 de novembro, na Câmara Municipal de Itaperuna.

Estiveram presentes o Coronel BM Douglas Paulich Júnior - diretor geral do Departamento Geral da Defesa Civil do Estado do Rio de Janeiro; o major BM Joelson de Oliveira - presidente do Conselho de Gestores Municipais de Defesa Civil das Regiões Norte e Noroeste Fluminense; Flávio Erthal - presidente do Departamento de Recursos Minerais do Estado do Rio de Janeiro, além de prefeitos e representantes da Defesa Civil dos municípios.

Receberam o mapeamento os municípios de Aperibé, Bom Jesus do Itabapoana, Cambuci, Campos dos Goytacazes, Cardoso Moreira, Italva, Itaocara, Itaperuna, Laje do Muriaé, Miracema, Natividade, Porciúncula, Santo Antônio de Pádua, São Fidélis, São Francisco do Itabapoana, São João da Barra, São José de Ubá e Varre Sai.

Após a reunião na Câmara Municipal, o núcleo da Defesa Civil participou de uma reunião com os prefeitos eleitos na sede da Firjan em Itaperuna.

Redação da Rádio Itaperuna

Rosinha suspende obras licitadas por precaução


Por medida de precaução, a prefeita de Campos, Rosinha Garotinho (PR), determinou ao seu secretariado a suspensão temporária de várias obras já licitadas, mas ainda não iniciadas. A decisão deve-se à aprovação, na Câmara dos Deputados, do projeto de lei que redistribui os royalties de petróleo para todos os estados do país. Caso a presidente Dilma Rousseff não vete o projeto, ele entrará em vigência logo no próximo ano. Com isso, o município deixará de receber já em 2013 mais de R$ 500 milhões.

Os recursos representam 57% da arrecadação municipal e, se a medida for sancionada pela presidente, Rosinha disse acreditar que o imbróglio só deverá ser resolvido no Supremo Tribunal Federal (STF). “O problema é que ninguém sabe quanto tempo demorará até que o Supremo julgue a questão. E, enquanto isso, continuará a instabilidade”.

Instabilidade administrativa

A prefeita disse que a decisão da Câmara criou uma instabilidade administrativa muito grande. “Tenho obras licitadas que iriam iniciar agora e não posso porque nós não sabemos no que isso vai dar. Está se criando uma instabilidade enorme, porque nós não sabemos ainda o que fazer. Eu já tinha o meu orçamento na Câmara aprovado para o ano que vem para os investimentos que eu ia fazer e que agora não sei como vai ficar”, ressaltou, acrescentando: “Tenho mais 4.500 casas que vou fazer, mas terei que esperar. Havia dinheiro para fazer, agora eu não sei se tenho. Tem a obra do Mercado Municipal que ia começar em janeiro. As empresas precisam se mobilizar, já está licitado. Eu também não sei. Tenho um monte de obras em andamento. Vou ter que desacelerar as obras? Não sei. É difícil porque ainda não se tem uma definição”, ponderou.

Rosinha declarou que, se preciso, convocará a população para garantir seus direitos. “A luta pela preservação dos direitos dos royalties foi maciça. Nós conseguimos mobilizar a cidade, ira ao Rio de Janeiro. Porém, hoje estamos sem um comando estadual porque não existe uma mobilização popular no Estado. Mas por aqui nós acreditamos na mobilização da população e, se preciso, vamos convocar novamente o povo de Campos, que é lutador, guerreiro e conhecedor dos seus direitos”, proclamou.

Informações de O Diário (Campos)